balão intragástrico curitiba
  • 2
  • 0

Saiba a seguir tudo sobre balão intragástrico em Curitiba, uma técnica moderna e que promete emagrecimento rápido e efetivo.

Balão gástrico: o que é?

O balão gástrico é feito de silicone altamente resistente, e que é capaz de se adaptar ao estômago, indicado para pessoas que querem emagrecer e que busca estratégias que não sejam com cirurgias.

Ele ocupa a parte da parede do estômago, e isso faz com que você se sinta satisfeito mesmo tendo comido menos. Além disso o fato de dificultar a passagem do alimento, ele diminui a digestão e prolonga a sensação de saciedade.

Não somente a fome é alterada, mas o balão gástrico em Curitiba muda também a resposta hormonal, diminuindo a atuação do hormônio da fome, a grelina, e isso já ajuda na redução no consumo de comida.

Quais balões gástricos existem?

Existe uma boa variedade de balões gástricos. Saber qual escolher é algo que compete ao médico, que vai fazer toda uma avaliação, e com as informações adequadas, indicará qual o balão a ser usado.

Existe uma diferença nos compartimento, existindo balões com um, dois ou três compartimentos. Existem outros que são inflados com ar ou com soro, que são os mais utilizados atualmente.

Qual vantagem de usar balão gástrico?

A intervenção feita com balão intragástrico em Curitiba é uma alternativa segura e minimamente invasiva, de modo que seja possível também observar a sua grande eficácia com o passar do tempo.

A seguir, algumas das vantagens:

  • Pelo fato de ser um procedimento simples, não exige internação, o que torna o retorno à rotina mais rápido.
  • Não há mudança de nenhum órgão, já que é um procedimento de emagrecimento sem cirurgia em Curitiba.
  • Procedimento que pode ser revertido a qualquer momento, desde que com anuência médica, mas pode ser devidamente removido sem sequelas.
  • Pode ser feito mais de uma vez, dependendo de avaliação médica, e levando em conta outras necessidades.
  • Gera perda de peso em qualquer paciente, e de maneira eficaz.
  • Procedimento com baixo risco, já que não envolve cirurgia.

Quais são as desvantagens de usar balão gástrico?

Mesmo sendo uma alternativa segura, qualquer procedimento envolve algum risco e traz algumas adaptações que o corpo sofre.

Veja algumas das desvantagens:

  • Colocar o balão gástrico em Curitiba é um procedimento que pode causar náusea, vômitos e dores, especialmente nos primeiros dias depois da implantação
  • Depois de retirado é muito importante a manutenção de hábitos saudáveis
  • Refluxo é um dos sintomas muito comuns em pacientes que utilizam o balão gástrico;
  • Existem casos de dificuldades de dormir pelo desconforto estomacal gerado com o balão gástrico.

Vale lembrar que esses sintomas se referem sempre ao período de adaptação, tendo uma melhora e até desaparecimento com um ou dois dias.

Quem pode fazer?

O balão intragástrico em Curitiba pode ser utilizado por qualquer pessoa, desde que tenha uma avaliação médica anterior para a indicação desse tipo de intervenção. Apesar disso, não é indicado para crianças, já que estão em fase de crescimento. Em geral, é preciso ter IMC acima de 27 e que já tentaram realizar procedimentos de perda de peso e que não tiveram sucesso.

De qualquer maneira, para o procedimento de emagrecimento sem cirurgia em Curitiba com a utilização de balão gástrico, é preciso ter um acompanhamento sempre com uma equipe multiprofissional e que possa indicar se o paciente pode e deve ter esse tipo de intervenção.

Mesmo sendo uma estratégia muito efetiva na perda de peso, o balão gástrico oferece um resultado melhor para as pessoas que costumam seguir à risca as recomendações de uma alimentação saudável e principalmente de exercícios físicos, o que ajuda a manter a forma mesmo depois da retirada.

Para quem não é indicado

Mesmo sendo uma indicação para qualquer pessoa, a utilização do balão intragástrico em Curitiba é vedado para alguns públicos, isso por conta de suas condições que inviabilizam o tratamento. Veja quais são esses grupos:

  • Quem já fez cirurgia gástrica;
  • pessoas que já tiveram abuso de álcool ou outras drogas;
  • Problemas com coagulação.
  • Hérnias com mais de 5 cm ;
  • Risco de lesão no estômago, acompanhadas de hemorragia.
  • Tumores no estômago.
  • Doenças no fígado.
  • Grávidas.
  • Pessoas a quem não são indicados procedimentos endoscópicos

Doenças como úlceras ou gastrite não são impeditivas para a utilização do balão, mas de qualquer forma é preciso ter um acompanhamento antes da intervenção.

Quais exames são realizados?

Por não se tratar de um procedimento cirúrgico, não há nenhum tipo de exame específico. Normalmente o médico pede uma avaliação geral, para avaliar se há doenças preexistentes, gravidez ou outras condições que impeçam a utilização do balão gástrico em Curitiba.

Como cuidar do período antes da intervenção?

Implantar um balão gástrico exige uma preparação do paciente, a fim de que o procedimento seja realizado com sucesso. É preciso sempre estar atento às recomendações médicas que sempre antecedem esse dia. Normalmente são pedidos:

  • Suspender alguns medicamentos por um período de 7 dias;
  • Jejum líquido de 6 horas e sólido de 8 horas;
  • Ter uma dieta preferencialmente líquida 3 dias antes de realizar o procedimento.

Quais cuidados depois?

Existem muitos casos de desconforto com a inserção do balão intragástrico em Curitiba, e isso ocorre pelo fato de haver uma reação do corpo, o que pode durar no máximo 5 dias. São sintomas que podem ser suportados, de um modo geral, mas que exigem uma avaliação médica caso seja observado algo incomum ou insuportável.

Para conseguir suportar esse período algumas dicas são de grande ajuda:

  • Seguir um planejamento com alimentos líquidos nos 10 dias depois, cremosos nos 10 seguintes e pastosos nos 10 seguintes;
  • evitar açúcar e líquidos com gás por um período, até que o corpo possa se adaptar completamente;
  • não engolir chicletes ou qualquer outra goma de mascar;
  • seguir um planejamento com dietas e com exercício físico para conseguir perder peso efetivamente e para manter uma adaptação à nova rotina.

Como é implantado o balão intragástrico em Curitiba?

O procedimento de implantação do balão gástrico consiste em uma intervenção simples, sem dor ou internação, já que é feito sempre por meio de anestesia.

O balão é introduzido vazio, em um processo de endoscopia, e todo o procedimento não leva mais do que uma hora. A inserção é feita no estômago através da boca, e depois de colocado no local, é preenchido com líquido, normalmente soro, ou com ar, nos casos mais raros.

balão intragástrico curitiba 01

No líquido inserido também é adicionado um composto de cor azulada, que serve para monitorar o balão. Caso ele se rompa ou tenha algum vazamento, as fezes e a urina ficarão azuladas ou esverdeadas. Esse não é um sintoma de algo, mas somente sinal de que o balão foi rompido e que é necessário procurar o quanto antes o médico.

O líquido varia em quantidade, sendo de 400 ml ou de 700 ml, para que ocupe o devido espaço e consiga agir da forma com a qual é esperada.

Por quanto tempo se utiliza?

O balão gástrico em Curitiba fica no nosso corpo por um período de 6 meses. Em raros casos é indicado para a utilização em 12 meses, e isso vai depender diretamente da indicação médica.

O procedimento de retirada é feito igualmente ao de inserção, sendo aspirado primeiro o líquido ou retirado o ar e por fim o balão já esvaziado.

Quanto peso posso perder?

A utilização do balão intragástrico em Curitiba é uma intervenção que estimula a perda de 10% a 30% do peso. Vale lembrar que não é somente a utilização do balão que estimula a perda de peso, mas também a prática de atividade física e ter uma alimentação regrada, de acordo com o planejamento nutricional.

Quais riscos existem?

Mesmo sendo uma intervenção de baixo rsisco, ele existe, e sempre deve ser levado em consideração. Veja alguns dos riscos que podem acompanhar a inserção do balão:

  • Obstrução do estômago com a migração de espaço.
  • Rompimento do balão com vazamento do líquido e migração do balão para o intestino.
  • Infestação por fungos, facilitando o rompimento;
  • pancreatite;
  • Não adaptação ao balão que pode ser retirado logo depois;
  • Hemorragias ou perfurações causadas por úlceras.

Existe cobertura de plano de saúde

Normalmente o plano só cobre a intervenção feita para pacientes com obesidade mórbida, e ainda assim existe todo um protocolo que deve ser seguido. O mais importante é checar junto às operadoras quais os requisitos e regras.

    Add Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    Abrir Whatsapp
    Agende sua consulta
    Olá! Agende sua consulta com o Dr. Daniel via Whatsapp clicando abaixo.